sexta-feira, 30 de abril de 2010

Hoje é dia de...?

30\04\2010
Setúbal

Dou uma pista: última sexta-feira do mês e algo que tenha a vêr com bicicletas.
Não é preciso dizer mais nada: hoje é dia de Massa Crítica.
Infelizmente vou estar ausente. Um ligeiro estado febril que quero curar para amanhã me fazer à estrada e no domingo a última grande volta de btt antes da Maratona de Idanha.

Bom fim-de-semana.

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Futebol, esse fenómeno.

28\04\2010

Situação: pouco antes da 21h ia-me assomando das instalações aquáticas para uma hora de natação. Àquela hora ainda se fazia sentir o calor do dia, uma lufada quente que apareceu de repente sabe-se lá de onde.
Àquela hora o Barcelona ainda jogava com o Inter faltando completar os minutos finais dramáticos, dramatologia à qual resisti com todas as forças virando-lhe costas e vindo cair afinal no charco!
Àquela hora estreava uns velhos tampões para os ouvidos porque perdera outros na última vez que ali estivera.
Àquela hora quase ninguém circulava nos balneários. É aquilo a que se pode chamar de enter-horas: uns já sairam e outros já entraram ou ainda estão para chegar.
Aí presenciei aquilo a que leva a chamar o futebol de um fenómeno quase inigualável.
Àquela hora apenas dois miúdos na casa dos 8 ou 10 anos permaneciam numa das pontas do balneário. Ainda de toucas de lycra na cabeça, a escorrer o resto do cloro enquanto o banho tardava, jogavam uma espécie de "baliza-a-baliza" num campo imaginário e com as famosas balizas improvisadas (uma capacidade impar só possível nos miúdos que gostam de jogar futebol), e algo a fazer de bola que não consegui perceber bem se não seria um chinelo.

Fenómeno: no fundo, e apesar de frequentarem a natação (com os pais a pagar mensalidades e afins) , aqueles dois apenas adoram futebol, numa adoração de tal ponto que os leva a improvisar tudo e tudo para uns minutos de diversão, enquanto os seus progenitores esperam lá fora nos carros.
Apesar da boa-vontade dos pais que muito provavelmente decidiram que este desporto seria o mais saudável e indicado nesta fase de vida dos seus pequenos, isto da bola está enraizado e bem fundo....
No meio disto tudo não pude deixar de achar piada.
E dificilmente se vê outros a improvisar outro desporto que seja.
Essa é que é essa.

domingo, 25 de abril de 2010

Reumático

25\04\2010

Arrábida



De volta ao selim. Depois de uma semana sem qualquer actividade e de uma jantarada na sexta-feira, interrogava-me sobre a minha actual condição fisica.

Mcdaniel também veio receoso a braços com a sua recuperação. Ao alex farol nada lhe pega.

Pelo meio demos boleia a mais dois compadres que se quiseram juntar a nós, o que veio a suceder durante uma boa parte do percurso.

Pouco depois de meio da volta, Mcdaniel decide regressar e leva os dois compadres com ele. Eu e alex seguimos para fazer mais uns km´s.



Final:

distância: 41 km´s

tempo: 03:10 h

altimetria: 850 m



E Idanha-a-Nova que é ja daqui a 15 dias....

sábado, 17 de abril de 2010

Não me faltava mais nada.

Meio knock-out meio em pé, as estrelas a circular em torno da minha cabeça e aparece o "finish him" sem que nada pudesse fazer, para meu desespero.




Inerte e sem conseguir esboçar movimentos, o meu desespero, esforço e esperança para sair do estado "estrelas a circular em torno..." esbarravam nas dores agudas e fortes.


E fui "finishado" com um golpe na 5ª vértebra. Relaxantes musculares, analgésicos, panos quentes e repouso absoluto.

terça-feira, 13 de abril de 2010

Silencio dos i...gnorantes?

13\04\2010

Sai um assunto que nada tem a ver com bicicletas ou desporto de maneira geral. Afinal até tem porque as bicicletas não utilizam gasolina\gasoleo.

E de repente ninguém fala mais sobre o preço dos combustiveis. E já não há manifestações de pessoas nem reclamações de empresas nem buzinões nas gasolineiras e a vida segue normal!
Ah merda de Comunicação Social que temos mais as entidades que defendem os consumidores.
Desde que o Benfas continue a ganhar, ninguém quer saber de mais nada. Até já o Sol brilhava e a temperatura subia....Os governos fazem o que querem, a mulher não leva porrada, o cão vai passear à rua, a crise é amenizada.

Perdoem-me. É só um desabafo que às vezes também faz falta.


A seguir à tempestade vem a bonança.
Deixo em baixo o videoclip de Norberto Lobo que actuou Sábado passado em Setúbal naquilo que foi um bonito concerto. O amigo bully juntamente com o Março Alonso aqueceram o público... Malta que faz coisas boas em Portugal.

Mudar de bina:


Obrigado Paty.

domingo, 11 de abril de 2010

Fabulous Cancellara did it again

11\04\2010

Não sei se poderá ja ser a esta hora um título de qualquer jrnal ou página da Web mas fica desde ja aqui registado.
Fabian Cancellara, ou se preferirem Fabulous Cancellara voltou a vencer. E voltou x2 ou seja: 1º: depois de já ter dado um grande bigode ao Tom Bunnen e companhia no Tour de Flandres, voltou a repetir a façanha esmagando a concorrência e vencendo a mais épica e dificil de todas as tiradas de estrada (se bem que alguns troços nem se deveriam chamar de estrada).

2º: em pouco mais de 100 (!!!!) edições da prova, é o 10º ciclista a bizar em nº de vitórias.

Sem dúvida um dos meus favoritos. Se ao menos fosse assim tão bom na montanha...

sábado, 10 de abril de 2010

Às secas outra vez

10\04\2010

Novamente por motivos de força maior vejo-me forçado a parar. Uma semana quase para esquecer (somente natação na terça e futsal na 5ª) e fim-de-semana será em branco. Detesto isto!
O que vale é que sempre há um Paintball amanhã...

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Ovo da Páscoa

04\04\2010
Setúbal-Poceirão-Faias-Montijo-Pinhal Novo-Volta da Pedra-Setúbal


O btt ficou "despachado" na sexta-feira Santa. Pelos respectivos motivos pascoais não havia raiders disponiveis para o Domingo.
Com as nuvens a prometerem tréguas, estavam reunidas as condições ideiais para sair para a estrada. E se bem o pensei melhor o fiz.
Completamente à toa e sem saber para onde ir (apenas com vontade de não repetir nada do anteriormente feito), acabei por fazer uma volta em formato oval, portanto Ovo da Páscoa.
Vêr aqui.

Fui sempre em busca de pedaços de alcatrão em bom estado o que nem sempre foi fácil. Um beco sem saida e a constante do vento que parecia estar sempre contra foram uma dura realidade. Para os lados do Montijo o cheiro a porcos também custa muito a engolir...
Ainda assim e porque não me podia esticar muito nas horas (afinal Domingo de Páscoa é Domingo de Páscoa), apostei em utilizar ao máximo a talega (menos tempo para andar, mais força para aplicar) e só por uma ou duas ocasiões abdiquei dela.


Para além do Garmin e do velhinho Sigma, montei a helmet cam pela primeira vez na Masil. Ele há automoveis que não têm tanta tecnologia...


A qualidade da imagem recolhida não foi a melhor mas aqui fica um pequeno apanhado:

video

Só um cheirinho.

Não podia ter sido mais em cheio!
Depois de "pascoado a bom pascoar", vasculhava a "caixa colorida" em busca de alternativa válida aos tradicionais programas televisivos eternamente repetidos nesta altura do ano.
E eis que me cai de pára-quedas em frente dos olhos a Eurosport a transmitir em directo o Tour de Flandres.
Foi só um cheirinho daquilo que aí vem (com um dos meus preferidos - Cancellara - a vencer brilhantemente), mas já deu para aumentar a vontade do Tour de France.

Próximo domingo, 11\04\2010 há outra prova mítica e eterna só para os mais rijos: Paris-Roubaix com nova cobertura daEurosport em directo (13:30h)e eu lá estarei outra vez!

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Rota das Paredes

Sexta-feira, 02\04\2010
Arrábida

Sexta-feira Santa. Feriado religioso e igualmente feriado de btt. A rapaziada reuniu-se novamente: eu, alex, tiago, paulo e tó.
Na véspera falara com alex e decidiramos esticar a corda um pouco mais. Mal sabia o que me esperava...


O pequeno-almoço hoje foi reforçado e soube-me bem (tenho que importar este conceito para todos os dias da semana).

Fizemos o "aquecimento" habitual e subimos o cai-de-costas, parede nº 1. Seguimos em direcção ao moinho do alto das necessidades continuando em direcção a Azeitão. Fizemos o single das pedras e seguimos em direcção ao da falésia. Subir era a palavra de ordem.
Chegados à quinta dos Cavalos e do Burro, encontrámos mais dois atletas que cautelosamente iniciaram a descida. Ainda assim um deles acabou por cair felizmente sem gravidade. Eu, alex e tó disfrutámos o sabor da adrenalina.
Feita a falésia virámos à esquerda e dropámos a descida das pedras (a poça de lama no final era desnecessária) seguindo na direcção do labirintico vale do Pq de campismo.

O ritmo foi sempre a bom pedalar. Nesta fase, os destinos foram entregues ao tó. Tó é um "rapazinho" que gosta de subir e daqui em diante pouco mais me lembro à excepção de subir e subir e subir, escalar e escalar e escalar paredes, umas atrás das outras. Acordei nas traseiras da cimenteira, ou melhor, da criminosa Secil.
Uma grande descida até à Comenda e regresso pelo alcatrão até Setúbal.

A minha táctica em abandonar as barras e geis ficou a cargo de:

- sandes de pão de forma integral com manteiga de amendoim e creme de cacau e avelãs da Nutela.
- bolos secos de Azeitão (uma maravilha para o estomago quando ja nada mais entra)
- 1 banana.



Números finais:

distância: 47 km
tempo: 03:30 h
altimetria: 1.120 m

p.s.: não me doem as pernas mas....